O CARISMA

"A ESSÊNCIA MAIS ÍNTIMA DO AMOR É A DOAÇÃO TOTAL DE SI. SÓ SE ADQUIRE A CIÊNCIA DA CRUZ CARREGANDO-A NOS OMBROS."

O Carisma do Carmelo consiste em dedicar a vida a viver escondidas com Cristo em Deus, em adoração, ação de graças reparação e súplica para os que se esquecem de rezar. Rogar pelos pecadores, se sacrificar, sem, as vezes, nem sequer ver os frutos de tais orações.

A Carmelita sobe o Calvário com Jesus e, aí, se imola pelas almas. O amor a crucifica e morre para si mesma e para o mundo. Seu sepulcro é o coração de Jesus; daí ressuscita, renasce para nova vida e vive espiritualmente unida ao mundo inteiro.

CLAUSURA
VIDA DE ORAÇÃO
VIDA FRATERNA

"A contínua busca de Deus na solidão é como um 'êxodo', um 'retirar-se ao deserto', aonde Ele chama e conduz para falar ao coração." (cf.Os 2,16)

O DIA-A-DIA DE UMA CARMELITA
TRABALHOS

O capítulo de cada Mosteiro estabelece seu horário próprio, tendo em conta as disposições da Santa Madre, as circunstâncias do clima e os costumes de cada região. No entanto, deve ser conservada fielmente o equilíbrio querido pela Santa entre as horas de oração, trabalho e descanso, assim como a harmonia entre os momentos de solidão e encontro fraterno.

Doravante meu único ofício é amar

(São João da Cruz)

Nada parece duro àquele que ama e nenhum trabalho é difícil ao amor

(São João da Cruz)

A alma que ama não espera o fim de seu trabalho, mas o fim de sua obra, porque esta sua obra é amar

(São João da Cruz)

"A vocação do Carmelo é um compromisso de "viver em obséquio de Jesus Cristo,

meditando dia e noite na Lei do Senhor e velando em oração." (Const. 60)

"Nesta casa todas devem ser amigas, todas devem se amar, todas se devem querer, todas se devem ajudar."