WhatsApp Image 2019-06-20 at 16.09.24 (9

SÃO JOÃO DA CRUZ

João de Yepes e Álvarez nasceu em Fontiveros, na Espanha, em 1542. Fez-se carmelita em Medina del Campo no ano de 1563.

Em 1567 foi ordenado sacerdote e nutria grande vontade de juntar-se a ordem dos monges Cartuxos, que o atraía por encorajar a contemplação solitária e silenciosa, mas um encontro com Irmã Teresa de Jesus o fez mudar de planos.

João foi instrumento providencial nas mãos de Teresa de Jesus na reforma da Ordem Carmelita desde a primeira fundação dos frades contemplativos em Duruelo, em 1568. Em 28 de novembro deste ano, com a inauguração do mosteiro, adotou o nome João da Cruz.

Faleceu em 1591, foi beatificado pelo Papa Clemente X em janeiro de 1675, canonizado em 1726 e declarado Doutor da Igreja universal em 1926 por Papa Pio.

São João da Cruz é pai e mestre espiritual do Carmelo Teresiano, doutor da vida cristã no seu dinamismo teologal, cantor da formosura de Deus e da beleza da criação. Sua lembrança torna-se hoje liturgia viva. Através do louvor divino, sua oração, sua poesia, seu canto eterno de glória tornam-se viático e oração do Carmelo peregrino aqui na Terra. Sua doutrina foi uma exegese viva do Evangelho, por isso, a palavra de Deus ilumina a sua experiência, e seus ensinamentos tem alcances inimagináveis na meditação dessa palavra.  A liturgia desta solenidade é Palavra de Deus e palavra de João da Cruz, numa síntese entre meditação e louvor.